Tempo  7 horas 20 minutos

Coordenadas 1341

Fecha de subida 28 de febrero de 2020

Fecha de realización febrero 2020

-
-
3.343 m
2.193 m
0
2,2
4,5
8,99 km

Vista 166 veces, descargada 2 veces

preto de Gavarnie, Occitanie (France)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"

ASCENÇÃO INVERNAL AO MONTE PERDIDO (#1CUME 3355M)

Fomos ao Parque Nacional de Ordesa y Monte Perdido com o objetivo de conhecer parte deste maciço e fazer a ascensão de um dos seus cumes mais emblemáticos, o Monte Perdido, que com os seus 3.355 metros de altitude é o terceiro cume mais alto dos Pirenéus e, sem duvida, um dos mais ambicionados.

O Monte Perdido (3.355m) em conjunto com o Cilindro de Marboré (3.328m) e o Añisclo ou Soum de Ramond (3.263m) forma o Maciço do Monte Perdido. O maciço prolonga-se para norte em território francês, estando integrado no Parque Nacional dos Pirenéus, onde se destaca o Circo de Gavarnie.

Os dois primeiros dias desta pequena aventura pelo Parque Nacional de Ordesa y Monte Perdido estavam destinados à aproximação e ascensão do Monte Perdido com pernoita no Refúgio de Góriz. Localizado na face sul do maciço do Monte Perdido, é não só uma excelente opção de pernoita (convém reservar com antecedência https://www.goriz.es/), mas também um bem-vindo apoio logístico para quem prefere acampar, onde a envolvente, repleta de vales e cumes, enche a alma a qualquer um. É um refúgio guardado durante todo o ano que serve de base para a ascensão ao Monte Perdido por várias vias, incluindo a normal pelo lado Sul, famosa pela “Escupidera” que obriga a cuidados redobrados em especial no inverno. Não sendo difícil a subida da “Escupidera” com crampons e piolet, apesar de depender sempre das condições da neve, mas um erro que noutras circunstâncias não teria grandes consequência, aqui pode acabar mal.


DESCRIÇÃO DO TRILHO

Saímos pouco depois do pequeno almoço no Refúgio de Góriz (2.200m). Seguimos a via normal da ascensão ao Monte Perdido, direção Este, inicialmente contornando pela direita ganhamos altura de forma mais suave e pouco depois voltávamos ao itinerário normal para começar o extenso ziguezague ao longo da encosta, abaixo de Punta de las Escaleretas, sempre na direção Norte tendo como referência o Cilindro de Marboré.

Seguindo algumas mariolas, começamos a rodear Monte Perdido à esquerda, com declives muito fortes através do barranco de Góriz até chegar à Ciudad de Piedra (2.740m). Depois de atravessar a cidade de pedra, continuamos a ganhar pouco mais de 250 metros entre as paredes do Cilindro e as paredes íngremes sob a Escupidera, onde na sua base se encontra o Pequeño Lago Helado (2.970m).



Ao chegar ao Pequeño Lago Helado, viramos à direita, direção Noroeste, deixando o Cilindro de Marboré para trás e encontrando um enorme canal diante de nós. Começamos a ganhar altura através da cumeeira deste canal, com algumas passagens mais aéreas, mas sem qualquer perigo até atingir a famosa Escupidera. Com cautela e bem equipados (Capacete, Piolet e Crampones), subimos a Escupidera pelo lado esquerdo, uma queda seria perigosa caso fosse ao longo do lado direito.

Considerado um dos pontos negros dos Pirenéus Aragoneses, pela quantidade de mortes e acidentes sofridos na sua subida e principalmente na sua descida, é um troço de neve perigoso, onde escorregar ou tropeçar pode representar a linha de separação entre o sucesso e o fracasso da ascensão. Na “Escupidera” existem três rampas que formam o cuspidor e qualquer um deles, remete a quedas de 60 a 90 metros de profundidade sobre rochas localizadas aleatoriamente.

Nesta linha de separação, paramos para contemplar o que nos rodeia, o que deixamos para trás e o que nos resta subir… Temos de vencer a pendente da “Escupidera” de aproximadamente 400 metros de comprimento e com 200 metros de desnível até chegarmos ao Hombro Monte Perdido (3310m). Do ombro, viramos à direita, só temos que subir 100 metros para coroar o cume.

Chegamos ao cimo Monte Perdido (3.355m)! Todos os 14 elementos da expedição fizeram cume, o terceiro pico mais alto dos Pirenéus, onde encontramos o ponto geodésico do cume e a caixa de correio (que não conseguimos ver devido à quantidade de neve).

As panorâmicas de 360º são magnificas, vemos claramente os outros dois picos que, juntamente com o Monte Perdido formam, o Maciço de Las Tres Sorores, o Cilindro e o Añísclo. Contemplamos ainda o Vale de Ordesa e mais à direita a Sul, o Cañon de Añisco, virando um pouco para Norte a Brecha de Tucarroya.

O dia estava propicio para contemplar estas magnificas panorâmicas e convidava a um momento de pura descontração... O regresso foi, no sentido inverso do mesmo itinerário, mesmo com excelentes condições de neve, a descida da “Escupidera” exigiu o máximo cuidado, restante via sem percalços até ao Refúgio de Góriz.


FICHA TÉCNICA
Realização: fevereiro 2020
Percurso: Refúgio de Góriz - Pequeño Lago Helado - Escupidera - Monte Perdido (3.355m)
(regresso pelo sentido inverso)
Distancia: 9 km
Duração: 7h20min
Tempo em movimento: 3h24min
Tempo parado: 3h56min
Movimento médio: 2,64kms/h
Acumulado positivo: 1179m


IMPORTANTE:
Trilha invernal que requer equipamento técnico específico e alguma experiência em alpinismo para uma ascensão bem sucedida. Ter sempre em consideração as condições meteorológicas do dia, pois em alta montanha as mudanças são rápidas: baixas temperaturas, nevoeiros cerrados, nevões e fortes ventos que acumulam neve em pontos perigosos que podem originar avalanches…


VER TRILHA
REFUGIO DE GÓRIZ DESDE PRADERA DE ORDESA (TREKKING DE APROXIMAÇÃO MONTE PERDIDO)






Se gosta das nossas trilhas adicione a sua avaliação no final da página.
Obrigado pelo seu comentário e avaliação.

Si te gusta nuestras rutas haz tu propia valoración al final de la página.
Gracias por tu comentario y valoración.

If you like our trails, leave your own review at the end of the page.
Thank you for your comment and review.

A equipa Caminhantes
Waypoint

REFUGIO DE GÓRIZ

Waypoint

PEQUEÑO LAGO HELADO

Waypoint

CRESTA

Waypoint

ESCUPIDERA

Waypoint

HOMBRO MONTE PERDIDO

Waypoint

MONTE PERDIDO (3.355M)

Comentarios

    Si quieres, puedes o esta ruta