Tiempo en movimiento  2 horas un minuto

Tempo  2 horas 22 minutos

Coordenadas 1541

Fecha de subida 16 de diciembre de 2019

Fecha de realización diciembre 2019

  • Valoración

     
  • Información

     
  • Fácil de seguir

     
  • Entorno

     
-
-
96 m
-6 m
0
2,3
4,6
9,15 km

Vista 522 veces, descargada 17 veces

preto de Torrão, Distrito de Setúbal (Portugal)

Com saída da Cova do vapor, subimos ao Pica Galo onde exploramos as Baterias de Artilharia de Costa da Raposeira (Canhões da Trafaria) e de Alpenas, contruídas no principio do Século XX, entre 1902 a 1909. Regressamos com uma breve paragem na praia.

Mais info: https://oliraf.wordpress.com/2017/01/09/%F0%9F%93%8Ca-descoberta-da-arquitectura-militar-da-trafaria-o-forte-presidio-da-trafaria-e-a-5abateria-da-raposeira/


A classificação de moderado deve-se apensas à descida mais acidentada da arriba.
foto

Foto

Praia

Foto

foto

percurso

foto

Foto

Ruinas

5ªBateria da Raposeira

Foi construída entre 1893 e 1911. Integravam o sistema de fortificações do Campo Entrincheirado de Lisboa, mas foram mais tarde integradas na Frente Marítima de Defesa de Lisboa. Actualmente, em ruínas, este complexo bélico estava integrado num conjunto de oito Baterias de Artilharia de Costa do Exército que formavam o extinto Regimento de Artilharia de Costa (Grupo Sul). fonte: https://oliraf.wordpress.com/2017/01/09/%F0%9F%93%8Ca-descoberta-da-arquitectura-militar-da-trafaria-o-forte-presidio-da-trafaria-e-a-5abateria-da-raposeira/
Ruinas

5ªBateria da Raposeira

panoramica

Vistas sobre o Tejo

Ruinas

Bataria de Alpena

Uma antiga unidade militar do Exército Português, património militar do antigo Regimento de Artilharia de Costa (RAC), localizado nas proximidades da arriba fóssil da Costa da Caparica e da Trafaria e com uma excelente e estratégica vista para a foz do estuário do rio Tejo. Construída nos finais do Século XIX (1893), integrava o sistema de fortificações do Campo Entrincheirado de Lisboa. Ficou operacional em 1901-1902. Ao longo da 1ªMetade do Século XX, incluindo na 1ªGuerra Mundial, estas estruturas foram apetrechadas com artilharia de maior calibre usado na época como,por exemplo, canhões Krupp de 28 cm, para uma eficaz defesa do Campo Entrincheirado de Lisboa e,como já vimos, da frente maritima da Costa da Caparica e do estuário do Tejo. Em caso de conflito, era umas das fortificações que estava na primeira linha de fogo contra alvos anfíbios e aéreos. fonte: https://oliraf.wordpress.com/2016/02/14/uma-aventura-ruinosa-pelo-forte-de-alpena-trafaria/
Ruinas

Bataria de Alpena

panoramica

Foto

Ao percorrermos estas estruturas fortificadas podemos visualizar uma excelente perspectiva sobre a Arriba Fósil da Costa da Caparica, das praias, do Forte do Búgio, da foz do Rio Tejo, da Serra de Sintra e da costa sul de Lisboa.
panoramica

Vista sobre as praias da costa da caparica

foto

descida

foto

Arriba

Praia

Praia

1 comentario

  • Foto de Two 4 Trekking

    Two 4 Trekking 30-ago-2020

    He realizado esta ruta  verificado  ver detalle

    Obg pela partilha Fabiana. Excelente passeio. 👍

Si quieres, puedes o esta ruta